Resenhando: Patria chamada amor, de Marcia Rubim

quinta-feira, 22 de junho de 2017

Oiie leitores, tudo bem?

A resenha de hoje é do livro da querida Márcia Rubim e cujo livro publiquei minhas primeiras impressões (aqui). 

SINOPSE: "A grande obstinação do capitão Christiano Vicenzo é chegar ao topo máximo da carreira, ou seja, ao generalato do Exército. Para alcançar a sua meta, precisa manter uma vida pessoal e profissional irretocável.
Tudo começa a mudar quando ele serve em Niterói e conhece Nina, uma jovem com problemas sociais que ultrapassam – e muito – o que ele idealiza como protótipo de par perfeito. Fascinado pela garota, o militar decide arriscar no relacionamento, mas não imagina que, ao ser convocado para integrar a Missão de Paz no Haiti (MINUSTAH), terá sua história ao lado de Nina tragicamente desviada.
Inconformado com os caminhos que o destino escreveu para si, Christiano vai descobrir com o tempo que a maior batalha na reconquista do amor perdido talvez seja enfrentar as mágoas do passado e que a felicidade não segue regulamentos.
Um romance sensível e resistente ao tempo, que mostra que até mesmo para servir com dignidade à pátria é preciso que a pessoa por trás da farda esteja em paz com o coração."


Bom, eu tive a oportunidade de ler os cinco primeiros capítulos antecipadamente e logo me encantei pela história desses dois improváveis amantes. Márcia Rubim tem uma escrita super fluida e que te prende de jeito na história. Então logo que lançou tive que garantir o meu!

E minhas primeiras impressões não me enganaram! Os capítulos alternados entre Christiano e Nina nos permitiram conhecer melhor cada um deles e ter uma experiência ainda mais completa. Ainda mais quando os personagens começam com o pé esquerdo hahaha Sim, porque sou o tipo que se identifica mais com casais que começam assim! 

Vicenzo supôs uma vida para Nina que não condizia com a verdade e nos primeiros capítulos teremos a luta dele para se desculpar. Mas viver com um militar não deve ser fácil (não sei bem como é, mas pela minha experiência literária...). Mudanças constantes, missões de ultima hora... 

E Márcia soube dar uma chacoalhada nesse casal. A missão para o Haiti vai mexer com a história desses dois de maneira que sequer poderiam imaginar. 



O livro vai falar sobre o amor, o orgulho, superação, alcoolismo, preconceito... E eu adoro livros que buscam discutir assuntos tão importantes em meio á um enredo leve e descontraído. 

Quem nunca perdeu oportunidades pelo orgulho? Quem nunca foi preconceituoso, mesmo sem percebem? Quem nunca deixou o passado interferir -negativamente - em seu presente? Refletir sobre essas questões pode ser bem interessante :)

Beijos! E vocês, leram? Ou não? Gostaram? Conte-me!

Pátria chamada amor

Autora: Márcia Rubim

Onde encontro? Amazon (disponível no Kindle Unlimeted)
Skoob: aqui







Leatrice
Prazer, Lê! Tenho 20 anos, sou paraense mas moro em Niterói. Apaixonada pelo mundo literário em suas diversas facetas e agora uma apaixonada por fotografia.
2 Comentários | BLOGGER
Comentários | FACEBOOK

2 comentários:

  1. Li os 5 primeiros capítulos e fiquei como assim, cadê o resto? Fiquei feliz em saber que a história mantém o ritmo e não decepciona.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiie flor!

      Poise! Espero que goste também :)

      Beijos!

      Excluir

 
© Lê e Ler!, VERSION: 01 - BOOKS - outubro/2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Maidy Lacerda,
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo