Resenhando: o livro A distância que nos separa, da autora Kasie West

sexta-feira, 14 de julho de 2017

Ressaca literária: concluída com êxito. 

Oiie queridos e queridas, como vão?

Eu estava lendo recentemente uma obra que resenharei na revista (falei dela neste post) e uma frase me marcou, curiosamente. O personagem dizia que ele gostava de curtir a ressaca literária porque era a forma que ele, leitor, tinha de mostrar ao escritor que sua obra foi importante. Tirar um tempinho para digerir todas as emoções que aquela obra despertou...

E quando eu terminei de ler Casada até quarta eu decidi dar esse tempinho. Normalmente eu não costumo emendar leituras mesmo, mas o livro que trago hoje para vocês não consegui evitar de ler. Então pela primeira vez em muito tempo, eu li dois livros em uma noite. 



O livro estava na minha estante a um bom tempo, mas por eu não ter conseguido terminar a leitura do livro Namorado de Aluguel (da mesma autora) eu não estava nem um pouco tentada a lê-lo. Mas como ele foi o pedido da minha mãe (que estava curiosa para saber mais dele) e dos seguidores do insta, preparei o edredom #frionoRJ e comecei a leitura. 

Caymem Meyers aprendeu desde cedo a não confiar nos ricos. Ela sempre morou no pequeno apartamento em cima da loja de bonecas de porcelana da mãe. 

"Esse é realmente o tema da nossa vida. Bonecas. Nós as vendemos. Vivemos na casa delas.... ou de um tamanho equivalente"


Quando Xander Spence entra na sua loja, ela imagina que ele é só mais um daqueles filhinhos de papai que se acham superiores a tudo e a todos. #falaserio  Mas quando ele a trata de maneira fofa (depois de passada a primeira impressão) e parece entendê-la como ninguém, seria ele alguém diferente do que sua mãe sempre tentou mostrá-la? Poderia ela conseguir se envolver com alguém de uma classe tão diferente da dela?

Mason, vocalista da banda do namorado de sua melhor amiga Skye, tem muito mais a ver com ela, certo? Porém ninguém manda no coração e é Xander que não da sua cabeça. Tudo fica ainda mais confuso quando ela começa a desconfiar que sua mãe esconde algo. 

Além de um cansaço que era raro nela, a loja estaria passando por problemas? E elas que já tinham bem pouco, conseguiriam sobreviver a mais essa tormenta?

Xander e Caymen te consquistam na primeira página #pelomenoscomigo 

Caymen tem um jeitinho sarcástico de lidar com a vida que é bem peculiar. Ela se acostumou a comprar as roupas do Exército da salvação, de ter que comer as mais estranhas coisas quando com fome, de sempre operar no vermelho... E lidar com Xander tentando entrar em sua vida é estranho. 

Mas é tão fofo! Muffins, chocolates quentes, dias da profissão... Apesar de viverem em mundos diferentes, eles sentem a mesma sensação de insegurança com o futuro. Ela de querer seguir uma carreira diferente da loja das bonecas, mas sentir que deve ajudar a mãe (nota da blogueira: eu me identifiquei muito com ela nesta parte. Ajudo minha mãe com sua loja e sei como é depender do negócio para o sustento da família. Te dá a sensação de que se você sonhar com qualquer coisa além disso você está traindo a família). 

Já ele não quer ser o que o pai sonhou para ele. Quer poder fazer suas próprias escolhas. E apesar de ser muito rico, é aquele cara bondoso. Que compartilha de seus benefícios com os amigos. E pouco importa para a classe social deles. 

Você vai adorar o jeito diferente de Skye e querê-la como amiga. Se uma pessoa vem te socorrer em qualquer lugar e horário, não tenha dúvidas de que vale a pena manter a amizade. Se ela te entende e te faz se sentir especial. E até o Henry, namorado dela, é um amor.

O livro é narrado pela Caymen e eu gostei tanto de Xander que queria pelo menos um conto na visão dele hahah Seria interessante saber o que se passa sem sua cabeça atormentada pelo futuro. (nota da blogueira: ainda não entendo porque somos forçados a ter tanta certeza do que queremos pelo restante da vida aos dezessete/dezoito anos)

O livro fala sobre família, amizade e como o dinheiro pode interferir tanto nas relações humanas #infelizmente Fala também sobre confiança. É um clichê? Sim, de alguma forma. Mas a leitura é bem envolvente, divertida e cheia de reviravoltas o que torna a leitura interessante. Acho apenas que a autora podia ter se estendido um pouco mais e explorado melhor cada uma dessas reviravoltas :)

Ah, se está naquela ressaquinha, nada melhor que romance, né?

Beijos!

A distância que nos separa

Autora: Kasie West
Editora: Verus

Comprar: Saraiva | Amazon | Livraria da Travessa

* comprando pelos links você estará ajudando o blog :)
Leatrice
Prazer, Lê! Tenho 20 anos, sou paraense mas moro em Niterói. Apaixonada pelo mundo literário em suas diversas facetas e agora uma apaixonada por fotografia.
0 Comentários | BLOGGER
Comentários | FACEBOOK

0 comentários:

Postar um comentário

 
© Lê e Ler!, VERSION: 01 - BOOKS - outubro/2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Maidy Lacerda,
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo